Presidential Candidate Jair Bolsonaro Is Stabbed During Campaign Event in Minas Gerais

Political rivals disavow the attack; assailant has been identified and arrested

Fonte: Folha

SÃO PAULO

Presidential frontrunner Jair Bolsonaro (PSL) was stabbed on the abdomen on Thursday (6th) afternoon during a campaign event in Juiz de Fora, Minas Gerais. The far-right politician was rushed to a local hospital, underwent emergency surgery and is on intensive care.

According to a hospital statement, Bolsonaro, 63, suffered five wounds: one in the mesenteric artery, another in the large intestine and three in the small intestine. The resulting internal bleeding was controlled during surgery.

He underwent a colostomy, a procedure that makes a direct connection between the bowels and the skin, in order for the patient’s feces to go directly to a bag attached to the body. The goal is to avoid infections in the digestive tract.

Bolsonaro’s condition in the intensive care unit is stable, but he is still at risk and can’t be transferred at the moment. Recovery time should be three to four weeks.

Presidential candidate Jair Bolsonaro grimaces right after being stabbed in the stomach during a campaign rally
Presidential candidate Jair Bolsonaro grimaces right after being stabbed in the stomach during a campaign rally – AP

The attacker has been identified and arrested at the scene. Adélio Bispo de Oliveira, 40, used to be a member of left-wing party PSOL and told the police he stabbed Bolsonaro for personal reasons and in the name of God.

The assassination attempt, the first against a presidential runner since the democratic rule was reinstated in Brazil, warranted an immediate reaction from authorities and other presidential hopefuls – even among Bolsonaro’s fiercest rivals.

President Michel Temer said that it was “an unfortunate act for democracy.” Supreme Court president, Justice Cármen Lúcia, expressed concern for the freedom rights of both candidates and voters.

Bolsonaro’s allies promised to respond. “This means war,” said PSL president Gustavo Bebianno. VP candidate, General Antônio Hamilton Mourão, said Bolsonaro would overcome the incident and exceed all expectations.

Brazil’s Federal Police, which had previously alerted Bolsonaro of the risks of his excessive exposure during campaign events, will reinforce the security to all presidential candidates. During a meeting, the country’s military high command said there is a high risk of a political violence resurgence.

The Brazilian Stock Exchange finished Thursday with a 1.76% high and the dollar fell slightly (-0.94%) against the real after the attack.

Translated by NATASHA MADOV

texto original abaixo


Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Juiz de Fora

O homem que esfaqueou o presidenciável foi detido; o candidato passa por cirurgia

Fonte: Folha

SÃO PAULO e JUIZ DE FORA (MG)

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foi esfaqueado na tarde desta quinta-feira (6) em ato de campanha na cidade de Juiz de Fora, na zona da mata de Minas Gerais, segundo a Polícia Militar do estado.

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, após ser esfaqueado – Reprodução

O candidato era carregado por apoiadores na rua Halfeld, centro na cidade, quando foi atingido por um homem com uma faca. Depois do ataque, Bolsonaro foi retirado do local e levado à Santa Casa.

A unidade de saúde confirmou que o candidato sofreu uma perfuração na altura do abdômen. Bolsonaro passou por um ultrassom e foi encaminhado para o centro cirúrgico. O estado de saúde é estável.

A Santa Casa afirma que publicará informações mais detalhadas sobre o estado de saúde em um boletim médico.

Seu filho Flávio, candidato ao Senado pelo PSL do Rio, disse no Twitter inicialmente que o corte foi superficial e, duas horas depois, corrigiu. “Infelizmente foi mais grave que esperávamos. A perfuração atingiu parte do fígado, do pulmão e da alça do intestino. Perdeu muito sangue, chegou no hospital com pressão de 10/3, quase morto… Seu estado agora parece estabilizado. Orem, por favor!”.

A PM informa que um suspeito de ser o esfaqueador foi detido e levado à delegacia da Polícia Federal da cidade. Ele se chama, segundo a Polícia Militar, Adélio Bispo de Oliveira, tem 40 anos e é de Montes Claros, no norte de Minas.

A Polícia Federal informou que abrirá inquérito para apurar o ataque ao candidato. O órgão explicou que o presidenciável teve um ferimento superficial.

Bolsonaro está em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, com 22%, segundo pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (5).

O presidente nacional do PSL, Gustavo Bebianno, disse à Folha que “agora é guerra” ao ser questionado sobre o ataque ao presidenciável.

Bebianno é o braço-direito de Bolsonaro e tem acompanhado todas as agendas do candidato.

Coordenador da campanha de Bolsonaro em São Paulo, o deputado Major Olímpio (PSL) diz que a segurança do presidenciável não poderia ser melhor e que a facada não deve mudar os procedimentos adotados atualmente para protegê-lo.

“Temos toda a cautela do mundo com os eventos do ​Bolsonaro. Eu participo e a Polícia Federal disponibiliza a segurança para ele o tempo todo, 24 horas por dia com ele, principalmente em ambientes públicos. Mas logicamente, como ele acaba chamando a atenção de milhares de pessoas e ele gosta de se aproximar de todo mundo, isso aumenta a vulnerabilidade.”

Anúncios

Escrito por Paul Sampaio

PAUL SAMPAIO CHEDIAK ALVES é professor, locutor, apresentador de rádio e TV, web designer e diretor fundador da REDE SAMPAIO de Televisão e Sites.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s